sexta-feira, maio 12, 2006

*** UM DOENTE IMAGINARIO***

Somos seres que sempre estaremos precisando de pessoas nos ajudando, direcionando, nos impulsionando o tempo todo para que possamos viver em sociedade e existir enquanto cidadãos. Mesmo a dor, a traição, a solidão, nos traz algo de construtivo . Mas até onde? Quando poderemos confiar nas pessoas aponto de dividir o nosso próprio dia a dia com elas, dividir a mesma comida, a mesma cama, o mesmo gozo, o nosso corpo? Será que elas são agradáveis , legais de verdade mesmo "como eu penso”, ou só nos tratam bem porque precisam de nosso dinheiro, de nossos favores, da nossa companhia e atenção?Até onde isso pode ser avaliado como hipocrisia? hipocrisia? O que significa hipocrisia?
Até onde somos hipócritas com nós mesmos, e com os outros como essa relação se dá?. Será mesmo que temos que parar de nos questionar quanto a isso e deixar as coisas acontecerem naturalmente ao seu tempo...? Será que não vale a pena nos questionar se amanha seremos traídos, ou trairemos, será que vale a pena viver cada dia de uma vez? E amanha teremos que aguardar a chuva ou aguardaremos o calor do sol ?
Seja lá o que teremos que esperar agora eu prefiro ficar pensando quanto ao pensar, mergulhado nessa loucura, nessa minha cabeça doentia que precisa morrer para se salvar!

3 comentários:

joane disse...

até mesmo a dor, o medo, a traição nos trás algo de construtivo... Mas até que ponto? Isso é verdade, mas até que ponto, isso não poderemos saber, pois temos que continuar a viver e viver é tudo isso, Não temos como saber...
Mas estou aqui, querendo que alguém que te ame sem pedir nada em troca estou aqui, vc sabe meu numero e endereço, precisando de mim, é só gritar!!!

joane disse...

Adoro o seu Blog tem mesmo a sua cara!!!Xêro!

Rayara disse...
Este comentário foi removido pelo autor.